LEONORA FINK
1985 - CURSO TÉCNICO DE DESENHO DE COMUNICAÇÃO
 
andré luis m fernandes, por e-mail

curso de desenho de comunicação, entre 83/85
(1 ano na Paulista e o restante na Rebouças)
Professores: Biskuit (Física), Renato (História da Arte), May (Artes),
Lenora (Português e Comunicação), Miguel (História da Arquitetura),
Crisleine (Des. Técnico), Pappalardo (Fotografia), Cássio (Artes) são os que eu me lembro agora.
Colegas: não ví ninguém da minha turma aqui no Orkut :(
Trabalhos: tem algumas coisas ainda, mas nem sei se vale o scaneamento deles
Sobre o Iadê: foi uma época muuuuito boa da minha vida.

Até,

André
---------------------------------------------------------------------------------
[iadê] Lembranças e Resgate
1 message
Andre
Mon, Mar 14, 2005 at 2:05 AM
To: iadebr@gmail.com

Não vou postar aqui nenhuma foto ou documento do Iadê, mas apenas as minhas lembranças de um colégio que, com sua forma inusitada de ser, abriu a minha cabeça não apenas com arte, com o desenho ou com a fotografia que ensinava, mas também com a gente especial que possuía, quer fossem alunos ou professores.
Vendo as fotos que a Leonora postou do pessoal no colégio ou então do jornalzinho que ainda cheguei a receber cópia quando entrei, senti algo tão imediato e forte na região chamada coração que fica difícil enquadrar em uma palavra apenas: saudade, emoção, alegria, amor descrevem um pedacinho apenas do que bateu no coração e mente deste ex-iadê. E uma lembrança que esta mente retém, é do anúncio da semana de Dadaísmo feita pelo pessoal que estava uma turma à frente da minha que consistia em uma performance bem humorada que ocorreu mais ou
menos da seguinte forma:

- Entrava um aluno com um despertador.
- Em seguida entrava outro aluno que armava uma cama e ficava ao lado desta.
- Depois entrava outro aluno e se posicionava entre o cara com despertador e a cama.
- Por fim, entrava um cara vestido com um casaco e que ficava de frente para a sala e imóvel.
- O aluno que estava entre o despertador e a cama tirava o casaco do outro e este se deitava na cama.
- O casaco, que ficava seguro pelo aluno do meio como se estive em um cabide, mostrava um cartaz em seu interior anunciando a semana de Dadaísmo.
- Depois tocava o despertador e os alunos iam saindo na forma inversa à que entraram. :)

Tive a sorte de fazer um colégio assim e agradeço pois me deu a base para muita coisa boa na vida.
Gostaria de elogiar a iniciativa da Leonora pelos trabalhos que tem feito com o tema Iadê: Parabéns Leonora, você está fazendo o resgate de algo que foi importante para muita gente.

voltar a busca


ver ampliado

voltar a busca